18º CURTA SANTOS EXIBE 109 FILMES ONLINE, ENTRE CURTAS, MÉDIAS, LONGAS E VIDEOCLIPES, DE 14 A 20 DE OUTUBRO. PROGRAMAÇÃO É GRATUITA


Pela primeira vez, em virtude das medidas de distanciamento social para contenção da pandemia da Covid-19, o festival será integralmente transmitido online, por meio de seu canal oficial no Youtube (/festivalcurtasantos).  Obras de 12 estados*, do Distrito Federal e de sete países compõem a programação: 

* São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul,
Paraíba, Pernambuco, Goiás, Amazonas, Maranhão, Minas Gerais e Paraná

Pela primeira vez na história em formato virtual em função da pandemia da Covid-19, a 18ª edição do Curta Santos levará o cinema à casa dos espectadores. Serão exibidas 109 obras em seis dias, por meio do canal oficial do Youtube (/festivalcurtasantos), em uma verdadeira maratona para o público que aprecia a produção audiovisual. Ao atingir sua 18ª edição, o Curta Santos – Festival de Cinema de Santos propõe um olhar diverso e aprofundado sobre o momento atual e sobre como a crise mundial de saúde pública impactou a cadeia produtiva criativa, especialmente o setor audiovisual, ao propor como tema ‘Ensaios sobre Amanhã’O cartaz deste ano conta com ilustração do santista Demontier.

Para as mostras oficiais, o festival recebe 56 obras vindas de doze estados brasileiros e do Distrito Federal, sendo 36 curtas-metragens e 20 videoclipes. Serão 18 curtas para o recorte da produção nacional, a mostra Olhar Brasilis; 18 curtas destinados a representar a produção da Baixada Santista, na mostra Olhar Caiçara; e, da mesma forma, 10 videoclipes na mostra Videoclipe Brasilis e outros 10 na mostra Videoclipe Caiçara.

Adaptada à edição online, a escolha popular dos melhores filmes/videoclipes de cada categoria das mostras oficiais se dará por meio de votação durante cada sessão, com o link da cédula virtual sendo disponibilizado em tempo real no chat do canal Curta Santos no Youtube. Por fim, na impossibilidade da ocupação presencial de diversos espaços simultâneos para realizar as tradicionais reprises das sessões, o Festival disponibilizará cada uma delas durante 24h em seu canal oficial.

Mostras Especiais

A programação prevê ainda cinco mostras especiais, com outros 53 filmes, também online. Uma delas é a Mostra Internacional Cidades Criativas, com produções das sete cidades que, além de Santos (contemplada em 2015), possuem o título outorgado pela UNESCO. O Curta Santos teve papel essencial na conquista desta indicação e, vale ressaltar, esta mostra contaria inclusive com os representantes de cada cidade participante no evento, em caso de edição presencial.

Também integram a grade a Mostra Universitária Ânima, que reunirá obras cinematográficas produzidas por alunos e egressos do Ecossistema Ânima; a Mostra MABS, com criações do Movimento Audiovisual da Baixada Santista; uma edição especial da Mostra das Minas, com filmes dirigidos e produzidos por mulheres; e a Mostra Regional Festa62, com os registros audiovisuais dos espetáculos teatrais da região apresentados durante o 62º Festival Santista de Teatro (FESTA), no início do mês.

Atividades formativas – 18º Curta Santos explora também o formato online para renovar sua vocação formativa, com atividades em parceria com o SESC Santos e com o Ecossistema Ânima. Com o SESC Santos – e exibição pela plataforma Sesc (@sescemsantos) – serão realizadas três atividades. A primeira delas é a Roda de Conversa “Ensaios Sobre Amanhã”abrindo o festival, no dia 14, às 20h, com participação das cineastas Renata Martins e Cibele Appes e da pesquisadora Ramayana Lira. Em seguida, já pelo canal do Curta Santos no Youtube, haverá a sessão de abertura do festival, com o filme, “Sem Asas”, de Renata Martins, eleito melhor curta-metragem do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020; Também contam com a parceria do Sesc Santos outras duas oficinas: Masterclass de Roteiro e Direção, com a diretora e roteirista Beatriz Seigner; e o curso Olhares Para Curtas Contemporâneos, com o jornalista e crítico de cinema Adriano Garret. 

Já tendo o Ecossistema Ânima como co-realizador, o Festival ainda traz a Oficina “Cinema Queer: Explorando Desvios Da/Na Imagem Em Movimento”, novamente com Ramayana Lira; e a Oficina de Crítica Cinematográfica “Para Que Serve A Crítica”, com o jornalista e professor de cinema Cezar Zamberlan.

Todas as atividades são gratuitas têm inscrições online até o dia de sua realização. Mais informações pelo site www.curtasantos.com.br.

Curta Santos: 18 Anos de História e Inovação

Há 18 anos o Curta Santos promove, exibe, discute, valoriza e difunde a importância do audiovisual brasileiro, propondo um diálogo entre a produção nacional e os realizadores do litoral paulista. Com isso, fortalece o polo de produção caiçara, além de formar e sensibilizar o público para o filme curto. Ao optar pela programação online, reforça o compromisso com a segurança do público e de seus realizadores, oferecendo uma programação diversificada, reforçando o isolamento social.

“O audiovisual foi um dos setores mais impactados pela pandemia. Pela primeira vez o festival acontecerá em dezembro e a escolha desta data deve-se à intenção de propor uma leitura mais consolidada sobre o presente e o futuro do audiovisual no Brasil”, comenta o diretor executivo do festival, Ricardo Vasconcellos. 

Já o diretor artístico do Curta Santos, Junior Brassalotti, complementa: “Precisamos refletir sobre os inúmeros desafios que temos enfrentado durante a pandemia, que vão desde os novos protocolos de filmagem às janelas de exibição, passando pelas políticas públicas de incentivo e fomento e a possibilidade da realização de eventos híbridos a curto prazo para garantir a circulação de nossa produção”.

Historicamente o Curta Santos busca reverberar uma produção inquieta, sem amarras, livre nas suas formas de expressão e linguagem estética e de gêneros, abarcando novos formatos, gerando novas posturas, abordagens, análises e conteúdo. Assim, celebra a produção independente e lança um olhar mais acurado para que sua realidade seja entendida.

PROGRAMAÇÃO | YOUTUBE.COM/FESTIVALCURTASANTOS

SEGUNDA-FEIRA, 14/12

20h – Abertura (plataforma SESC) – “Ensaios Sobre Amanhã” com Renata Martins, Cibele Appes e Ramayana Lira. Mediação: Raquel Pellegrini

21h30 – Sessão de Abertura – Exibição do Curta-Metragem “Sem Asas” – Direção de Renata Martins.

22h – Mostra Internacional das Cidades Criativas da UNESCO

GROUNDHOG NIGHT” | Diretor: Genevieve Clay-Smith | 15’30’’ | Cidade Criativa: Sydney/Austrália
“LOCKS” | Diretor: Pedro Del Río | 19’52’’ | Cidade Criativa: Valladolid/Espanha
“THROUGH OUR LOOK (PELO NOSSO OLHAR)” | Diretor: Dandi Queiroz | Cidades Criativas: Santos/SP e Busan/Coréia do Sul
“UNKNOWN RAVENS” | Diretor: Sema Basharan | 20’00’’ | Cidade Criativa: Bradford/Inglaterra
“SOU PIETRA” | Diretor: Eric Rizzini e Nicole Caroti | Cidade Criativa: Santos/SP
“TYPHOON IS ABOUT TO LAND” | Diretor: Peng Zhanhui | 24’39’’ | Cidade Criativa: Qingdao/China
“YAMATA MAIKO – TRADITIONAL PERFORMING ARTS IN THE MODERN DAY” |Diretor: SATO Koichi | 26’21 | Cidade Criativa: Yamagata/Japão

TERÇA-FEIRA, 15/12

14h às 16h – Oficina: “Oficina: Cinema Queer: explorando desvios da/na imagem em movimento” (Plataforma Zoom) | Mediada por Ramayana Lira de Sousa

16h às 19h – Curso Online: “Olhares para Curtas Brasileiros Contemporâneos (Plataforma SESC) | Mediada por Adriano Garret

20h – Mostra Olhar Caiçara (Filmes da Baixada Santista) – Oficial 1
VILA DOS PESCADORES | AETERNUS | PORTA RETRATO | BLANDINA

Mostra Olhar Brasilis – Oficial 1
ELA QUE MORA NO ANDAR DE CIMA (Curitiba-PR) | JULIETA DE BICICLETA (Curitiba-PR) | ENDLESS LOVE (Rio de Janeiro-RJ) | DOIS HOMENS AO MAR  (Porto Alegre-RS)

QUARTA-FEIRA, 16/12

14h às 16h – Oficina: Crítica cinematográfica | Mediada por César Zamberlan

16h às 19h – Curso Online: “Olhares para Curtas Brasileiros Contemporâneos (Plataforma SESC) | Mediada por Adriano Garret

18h às 20h – Mostra Universitária Ânima I- Sessão:
Eu com o outro: subjetividades e afetividades | 1h18 min
ENTRE 2 | TEMPOS E TEMPLOS | QUE_EU_QUE_QUANDO | O SURREAL DE UMA IDEIA | ANAMNESE | O BILHETE |
 ÍCARO | PROJEÇÃO QUEER | PIQUE-ESCONDE | INSPIRA_AÇÃO

20h
Mostra Olhar Caiçara (Filmes da Baixada Santista)– Oficial 2
O PRIMEIRO RETRATO | JEITINHO BRASILEIRO | LAMMIUH | SOLARES | SOBRE A NOSSA SITUAÇÃO

Mostra Olhar Brasilis – Oficial 2
CASTANHAL (Boca Do Acre-AM) | ARAPUCAS (Silvânia-GO) | FAIXA DE GAZA (João Pessoa-PB) | SER FELIZ NO VÃO (Rio de Janeiro-RJ) | O MUNDO DE CLARA (Recife-PE)

QUINTA-FEIRA, 17/12

16h às 19h – Curso Online: “Olhares para Curtas Brasileiros Contemporâneos (Plataforma SESC) | Mediada por Adriano Garret

18h às 20h – Mostra Universitária Ânima II
Sessão: As fronteiras do fim do mundo: entre a matéria e o espírito | 1h20 min
PAR PERFEITO | ARTEIRO | CASULO | RATOEIRA | SUPER FICÇÃO |
 DOIS QUILOS DE CARNE DE SEGUNDA | AÇO | O PORTÃO DA ÁGORA MAIS MÍSTICA DE SATÃ |

20h
Mostra Olhar Caiçara (Filmes da Baixada Santista)– Oficial 3
HELENAS | VOU TE SEGUIR NA ESCURIDÃO | CÁPSULA | MAR-CELO

Mostra Olhar Brasilis – Oficial 3
SELMA DEPOIS DA CHUVA (Florianópolis-SC) | DE ONDE VÊM OS DRAGÕES (São Paulo e São Sebastião-SP) | ALCATÉIA (Indaiatuba/SP) | CINEMA CONTEMPORÂNEO (Cabo de Santo Agostinho-PE) | SEREMOS OUVIDAS (Curitiba-PR)

SEXTA-FEIRA, 18/12

16h às 19h – Curso Online: “Olhares para Curtas Brasileiros Contemporâneos (Plataforma SESC) | Mediada por Adriano Garret

18h – Mostra FESTA62 – Registro Audiovisual de Cenas do 62º Festival Santista de Teatro

20h
Mostra Olhar Caiçara – Oficial 4
O RATO ROEU | O PR (Filmes da Baixada Santista)IMOGÊNITO | CORTE | MENSAGEM DAS ESTRELAS | MULHERES DE FÉ

Mostra Olhar Brasilis – Oficial 4
HOMENS INVISÍVEIS (Rio de Janeiro-RJ)| EM REFORMA (Natal-RN) | APNÉIA (Curitiba-PR) | EM QUADRO (São Paulo-SP)

+ Mostra de Videoclipe Caiçara

+ Mostra de Videoclipe Brasilis

“BATIDÃO” – Enme
Direção: Jessica Lauane | Ficção| 3’09’’| São Luís/MA | 2020 | Cor | Livre

“DINHEIRO” – 50 Tons de Pretas
Direção: Matheus Heinz | Animação| 3’35’’ | Porto Alegre/RS | 2019 | Cor | Livre

 “ERRANTE” – Fappo & Os Humanóides feat Aline Stoffel
Direção: Gabriel Mota | Ficção| 4’11’’| Porto Alegre/RS | 2019 | Cor | Livre

“IN CIRCLES” – Ypu
Direção: João Diel Bastos | Ficção| 3’34’’’ | Brasília/DF| 2020 | Cor | Livre

“LAÍS” – Vitor Guima
Direção: Armando Lima | Ficção| 03’17’’ | Araras/SP| 2020 | Cor | Livre

“MOINHOS DE VENTO” – Zebeto Correa
Direção: Dani Drummond | Ficção| 4’10’’| Belo Horizonte/MG | 2020 | P&B | Livre

“O HOMEM NO ESPELHO” – Igor Conrad
Direção: Vinícius Lara e Henrique Wallau | Ficção| 4’20’’ | Porto Alegre/RS | 2019 | Cor | Livre

“PRA QUEM DUVIDOU” – Quebrada Queer
Direção: Cibele Appes e Lucas Kakuda | Ficção| 04’44’’ | São Paulo/SP| 2018 | Cor | 10 anos.

“PRIMEIRO REMIX” – Antonio e Gustavo Rosseb
Direção: Raphael Correa | Ficção|  3’25’’’ | São Paulo/SP| 2019 | Cor | 10 anos.

“TIREM AS CERCAS” – Regiane Araújo feat. Núbia e Débora Melo
Direção: Thais Lima | Ficção|  7’47’’ | São Luís/MA | 2020 | Cor | Livre.

SÁBADO, 19/12

15h às 17h – Masterclass de Roteiro e Direção (Plataforma SESC) | Mediada por Beatriz Seigner
19h – Sessão Mostra das Minas com Bate-papo com Iasmin Alvarez, Petyta Reis e Nicolle Ferreira.

DOMINGO, 20/12

19h – Mostra MABS – Movimento Audiovisual da Baixada Santista
20h –Sessão de Encerramento:

“Resistir” | 8’07’’ | Documentário | Resultado da oficina de audiovisual realizada no 17º Curta Santos, dirigida por Fabiano Keller e Cássio Santos (Noise Coletivo).

“Vou Sair Pra Catar Gente” | 39’25’’ | Documentário | Direção: Cibele Appes
Um documentário poético-caiçara para falar do poder da fotografia, do olhar sensível da fotógrafa Biga Appes, dos artivistas representativos e diversos, capturados em um projeto de ocupação fotográfica ao ar livre, em formato de lambe-lambe.

 

“HO”SELMA DEPOIS DA CHUVA” – MOSTRA OFICIAL OLHAR BRASILIS

“GROUNDHOG NIGHTS” – MOSTRA ESPECIAL CIDADES CRIATIVAS

“VOU SAIR PRA CATAR GENTE” – SESSÃO DE ENCERRAMENTO

“SEM ASAS” – SESSÃO DE ABERTURA

“MEU CORRE” – MOSTRA OFICIAL VIDEOCLIPE CAIÇARA

“O RATO ROEU” – MOSTRA OFICIAL OLHAR CAIÇARA

“LOCKS” – MOSTRA ESPECIAL CIDADES CRIATIVAS

“HOMENS INVISÍVEIS” – MOSTRA OFICIAL OLHAR BRASILIS