Band of Gypsys e os Panteras Negras – a verdadeira história


Aclamada formação por Jimi Hendrix de uma banda composta só por músicos negros foi durante muito tempo creditada à pressão exercida pelo grupo político ultra radical. Mas a história é bem diferente. O resultado é um dos melhores discos ao vivo de todos os tempos

Em 1969 Jimi Hendrix dissolve a The Jimi Hendrix Experience, banda com a qual gravou seus três discos seminais e conquistou a fama de maior guitarrista da história. O grupo foi formado quando Hendrix foi levado a Londres pelo tecladista do grupo The Animals, Chass Chandler e lá formou a banda com os ingleses Noel Redding no baixo e Mitch Mitchel na bateria.  O resto é história.

O termo “dissolver” pode ser muito bem aplicado em duplo sentido. Pois todo mundo estava “derretendo” com o LSD à época. Especialmente o guitarrista. Seus desentendimentos com Redding o fizeram trocar de baixista, recrutando um velho colega dos tempos de exército, Billy Cox, para o baixo. Dizem que a ideia foi de Chandler, pois Cox tinha um porte avantajado e “com ele o negão não ia encrencar”. Ainda com Mitchel na bateria o trio se apresentou no festival de Woodstock.

Pouco depois, Hendrix estava completamente louco, a exemplo do mundo todo, em convulsão constante. Sexo, drogas, rock’n roll, mas também conflitos sociais, contra o racismo e a Guerra do Vietnam, massacre no Camboja, revolução cultural maoísta na China, ditaduras instaladas na América Latina, Guerra Fria e tudo o mais. A América era um barril de pólvora. Hendrix vivia em Londres, mas suas principais turnês eram nos Estados Unidos.

Esse pequeno hiato na carreira fez com que o grupo Panteras Negras fosse pra cima de Hendrix com a reivindicação de que o Experience era formado por Jimi, mais dois “branquelos”. A exigência era pra que ele tocasse só com músicos negros. Já com Cox recrutado, não tardou para que ao fim daquele mesmo ano, Mitchell deixasse o grupo e em seu lugar surgisse Buddy Miles, baterista de funk/soul que também cantava muito. Estava formada a Band of Gypsys, um power trio só de músicos negros, para delírio dos Panteras Negras. Jimi limpou sua barra com os radicais ali.

Tudo certo e bola pra frente. Os tempos eram bicudos e a reivindicação pode ser considerada válida, mesmo para quem em em franco “desbunde”, como se dizia na época, estivesse nessa “só pela música”. Hendrix era um homem engajado, na medida do possível, sempre se declarando contra o racismo em entrevistas, e tendo ele próprio sofrido com o mal, como de quando foi impedido de continuar no colégio onde estudava por estar de mãos dadas com uma namorada branca. De toda forma, aos fatos: essa história entre a Band of Gypsys e os Panteras Negras não tem nada a ver.

O caso é longo e muito chato: Jimi Hendrix, desde 1965, quando era guitarrista de apoio e antes de montar sua primeira banda, ainda com o nome de Jimi James, se envolveu em uma pendência judicial com a PPX Industries, de Ed Chaplin. Questões relativas a composições, direitos de intérprete entre outras. Chaplin perseguiu Hendrix judicialmente até o fim dos dias do guitarrista. Mas um acordo foi feito em 1968: um futuro quarto álbum do artista (Eletric Ladyland, 1969, terceiro álbum da Experience, já estava pronto e encaminhado) seria para pagar a “dívida” com a PPX e encerrar a pendenga. Entenda o caso mais detalhadamente aqui. Uma chatice sem fim.

Naquele final do ano de 1969, o velho amigo Billy Cox convocou Buddy Miles e ambos, em verdade, “deram uma força” a Hendrix. Ensaiaram por algumas semanas um repertório inédito mesclado com os grandes sucessos dos tempos da Jimi Hendrix Experience. Foram agendadas quatro apresentações no Filmore East de Nova York, duas em 31 de janeiro, na passagem de ano novo, outras duas em 1º de janeiro de 1970.

Com o baixo marcado de Cox e a bateria suingada de Miles com sua voz de cantor de soul, mais a guitarra do gênio, o grupo resgatou velhos elementos que fizeram parte da formação musical do trio, em suas influências mais primordiais: o funk, o soul, o rhythm & blues. A banda de fato soa bem diferente e mais leve e dançante que a Experience.

O disco ganhou o nome do grupo: Band of Gypsys (Capitol Records, 1970) foi lançado em março. Apesar de o acordo acerca da dívida antiga ter sido por um disco de estúdio, o álbum saiu apenas com músicas inéditas gravadas ao vivo, meticulosamente escolhidas e mixadas postumamente. Alcançou o top ten da Billboard rapidamente, como todos os álbuns anteriores de Hendrix.

Enfim, com todo respeito e afinidade que Hendrix tinha com seus irmãos dos Panteras Negras, essa é a verdade acerca da realização do disco. Hendrix não viveu para ver a resolução e seus royalties. Morreu em Londres, no mês de setembro de 1970, por asfixia com o próprio vômito, após ingestão de anfetaminas e outras substâncias.

A ação entre amigos pagou a velha dívida. E o disco é uma obra prima.

Imagens: reprodução

Ouça. Leia. Assista:

Band of Gypsys (1970)

Band of Gypsys (vídeo) 1970 Filmore East NY