Cantora argentina Soema Montenegro se apresenta em Curitiba

Música;SoemaMontenegro

Nos dias 8 e 9 de março às 20 horas, Soema Montenegro estará se apresentando na Ocitocina – Largo das Artes na primeira edição do projeto Ainda Assim, uma série de música popular contemporânea que ocorrerá em Curitiba entre março e setembro. A programação será de dois em dois meses e mira o fortalecimento de redes e pontes, promovendo shows e oficinas de quatro artistas ao longo do ano. Nos meses seguintes participará a multi-instrumentista e compositora Joana Queiroz; a cantora e compositora Roseane Santos e a banda orquestra Ímã. O projeto é uma colaboração dos coletivos Riacho, Onça Discos, Água Viva – Concentrado Artístico, Ocitocina – Largo das Artes e Paço da Liberdade – SESC Paraná.

 

Soema Montenegro é uma cantora e compositora experimental residente em Buenos Aires. Muitas vezes referida como poeta-xamã, Soema se inspira na natureza e nas tradições indígenas, mesclando com as diferentes latitudes musicais, como o folclore latino-americano, o fado português, a música afro-americana, as milongas e as valsas do Rio de La Plata. Com 3 discos lançados (Uno Una Uno, Passionaria e Ave del Cielo), tem se apresentado em diversos festivais pelo mundo como Festival Músicas do Mundo em Portugal, Pirineos Sur na Espanha, Brisbane Festival na Austrália, Michelberger Music em Berlim, Lincoln Center Out of Doors em NY, entre outros, e sua música recebido elogios de publicações como Rolling Stone, The Wire e La Blogotheque. Em 2018, realizou shows na Coréia do Sul, Brasil, e interpretou no encerramento dos Jogos Olímpicos da Juventude uma versão do hino nacional argentino que transitava por diferentes gêneros musicais do país. Atualmente prepara seu quarto disco “Camino a la Templanza” que será lançado em 2019.

 

Nestes shows estará acompanhada pelos músicos Luciano Faccini (clarinete e percussão) e Francisco Okabe (violão 7 cordas), e no dia 8 contará com as participações das músicas Iria Braga e Thais Morell, e no dia 9 do músico Nanan.

 

Como parte da programação, Soema também ministrará uma Oficina de Canto Ressonante no sábado 9 das 14 às 18 horas no SESC Paço da Liberdade. O valor da oficina é de 50 reais e as inscrições são realizadas através do e-mail: [email protected]

 

Canto Ressonante

Entre a voz, corpo e emocionalidade

 

“A voz, uma das ferramentas mais importantes da humanidade, fonte de comunicação e expressão, portadora de texto e de musicalidade, selo da diversidade e da comunhão. A voz, parte intrínseca da vibração interior de um povo, comunidade ou grupo social.”

 

Recuperar o centro, recuperar nosso som, não é uma tarefa estática. O som e o movimento são esse contínuo “ciclar” que nos permite deixar aparecer e um também desaparecer, um deixar de copiar para poder recuperar a essência do próprio, que por sua vez é sempre mutável. É também um desafio a perspectiva estética capitalista da cópia, que nos faz desejar uma realidade que não nos é própria. A lógica da frustração do ideal: não sou nada, porque não sou o que deveria ser. A lógica da insatisfação. Encontrar a própria identidade no sentido do próprio espaço sagrado para poder ressoar, reconhecer-se e aceitar os espaços próprios e o tecido da comunidade em que viemos.

 

Conteúdos do trabalho:

Consciência do eixo corporal em quietude e movimento. Relação com a respiração e a emissão da voz em diferentes posições, e sua influência na conexão com o potencial emocional e sonoro individual e grupal. Trabalho com as costelas. Diferenciações e integrações explorando nossos potenciais em diversas possibilidades da nossa voz.

 

Para cantar, gritar ou simplesmente comunicarmos, se coloca em funcionamento uma série de movimentos que não são somente fisiológicos, já que na complexidade que somos como seres vivos com uma psique e um corpo emocional que nos acompanham ao largo de nossas existências, nossos sons levam consigo também tudo que o que trazemos como informação, tendo em conta nossos pensamentos, emoções, contexto social e histórico. Desde este lugar, compreendemos o som como uma manifestação muito mais complexa que não só está ligada as cordas vocais em ação. Nosso som é uma experiência que nos recorre completamente.

 

Dirigido a:

Intérpretes, atores, cantores, trabalhadores corporais, musicoterapeutas, e a todos aqueles que desejem explorar, investigar e lançar-se ao jogo de ressoar novamente em consonância com o próprio som. Não se requer experiência prévia.

 

Soema Montenegro

Cantora, compositora, investigadora da voz e docente argentina. Estudou Composição Musical no Conservatório de Música Alberto Ginastera, e diferentes metodologias vocais e corporais: Roy Hart, Feldenkrais, Método Rabine, e Metodologia Fonocorporal. Investiga a vocalidade de diversas culturas da América Latina, e atualmente escreve um livro sobre a voz latino-americana com a música e filósofa argentina Caro Tapia, interseccionando questões da voz com a geografia, o gênero e a política. Participou do grupo de improvisação vocal Adivina durante 5 anos, e atualmente segue em carreira solo. Com 3 discos lançados, tem se apresentado em diversos festivais pelo mundo como Festival Músicas do Mundo em Portugal, Pirineos Sur na Espanha, Brisbane Festival na Austrália, Michelberger Music em Berlim, Lincoln Center Out of Doors em NY, entre outros, e sua música recebido elogios de publicações como Rolling Stone, The Wire e La Blogotheque.

Anterior SLOW FOOD NO PARANÁ SE UNE PARA A VALORIZAÇÃO DO ALIMENTO REGIONAL
Próximo BIENAL DE CURITIBA ENCERRA NESSE DOMINGO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *