Dia Internacional dos Migrantes (18/12) será comemorado, em Curitiba, com lançamento de vídeos produzidos por migrantes e refugiados que vivem no Brasil


FEITOS DE CORAGEM – O MUNDO É MOVIMENTO

Contar histórias de vida e superação de dificuldades de migrantes e refugiados que vivem no Brasil, esse é o objetivo da campanha Feitos de Coragem – O Mundo é Movimento. Entre as ações da campanha, está a realização de Oficinas de Storytelling e Realização de Vídeos para Migrantes e Refugiados, que já teve duas edições, uma na cidade de Curitiba (PR) e outra em Brasília (DF). O resultado do que foi produzido coletivamente pelos participantes que atualmente vivem nestas duas cidades, será apresentado ao público ainda este mês. Em Curitiba, o lançamento dos vídeos será no dia em que se comemora o Dia Internacional dos Migrantes, 18/12 (quarta), às 19h, em sessão aberta, na Cinemateca (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco); em Belo Horizonte (MG), será dia 21/12, às 17h, no MIS Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89); em Brasília, dia 22/12 (domingo), às 10h30, no Cine Brasília (106/107 Asa Sul). Sempre com entrada gratuita.

A campanha nasceu devido ao grande aumento das denúncias de casos de xenofobia, trabalho escravo e agressões contra imigrantes. Trata-se de uma realização da Fundación Avina e conta com o apoio da Jarina Filmes, da Missão Paz e da Organização Internacional de Migração (OIM). A proposta é ampliar o diálogo, cobrar respostas das autoridades e sensibilizar a população e as instituições para o tema.

Já as oficinas, ministradas pelos cineastas Gustavo Castro e Juliana Sanson, foram realizadas em setembro deste ano e os participantes, vindos da Venezuela, Chile, Colômbia, México, Haiti,  República Democrática do Congo e Síria, tiveram aulas teóricas e práticas onde desenvolveram habilidades para contar histórias usando a linguagem audiovisual. Os encontros resultaram em vídeos documentais, vídeocartas (depoimentos direcionados a migrantes e refugiados de outros países que vivem na América Latina) e um vídeoclipe.

Um deles conta a história da chilena Ines Gonzáles, hoje com 73 anos, que chegou ao Brasil nos anos 70 trazendo a técnica do bordado de arpillera, arte usada pelas mulheres chilenas para enfrentar e denunciar os horrores da ditadura. Em outro documentário a história do colombiano Ricardo Montoya e do venezuelano Wilson José Alemán, dois migrantes que rodam o Brasil em suas bicicletas, também foi registrada.

Amor, força, fé, medo, liberdade, exclusão, saudade e coragem foram palavras que ganharam corpo, som e ecoaram durante as gravações dos vídeos, retratando as complexas dimensões da vida de quem deixa seu país para viver em terra estrangeira.

“As oficinas possibilitaram trocas, descobertas e aprendizados para todos. A diversidade é o ponto em comum entre os participantes, bem como a capacidade de acolhimento entre eles justamente por estarem em situação similar. Durante o compartilhamento de tantas histórias incríveis, os participantes criaram fortes elos de amizade e empatia. Saímos renovados, cheios de esperança e com a vontade de mostrar o quanto antes tudo o que foi feito”, conta Gustavo Castro, coordenador geral da campanha. “As histórias e a arte conectam povos, lugares e culturas e transformam pessoas, que transformam a realidade, que transformam o mundo”, almeja.

Saiba mais na página do FB: @FeitosdeCoragem

 

Serviço:
Lançamento dos vídeos da campanha Feitos de Coragem em Curitiba

Data e horário: 18/12 (quarta-feira), às 19h.

Local: Cinemateca (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco / 41 3321 3252)

Entrada Gratuita

Classificação: Livre

Duração: 32’49”

Realização: Fundación AVINA

Produção: Jarina Filmes

Apoio: Missão Paz / OIM – Onu Migração