EM RITMO DE CARNAVAL, ATHLETICO DESFILA DENTRO DE CAMPO E VENCE COM GOLEADA NA 8ª RODADA DO PARANAENSE

Athletico, Cascavel CR

(Albari Rosa/Tribuna PR)
(Albari Rosa/Tribuna PR)

            Nesse sábado, o Athletico enfrentou o Cascavel CR com seu time principal, na Arena da Baixada, e não teve pena da Serpente Tricolor, vencendo pelo placar de 5 a 1.

 

1º TEMPO

A escalação inicial mostrou as novidades de Jandrei, Adriano, Robson Bambu e Carlos Eduardo, que estrearam no ano de 2020 e o retorno de Guilherme Bissoli no comando de ataque rubro-negro, após a reserva no jogo contra o Flamengo, na Supercopa do Brasil, em Brasília, no último domingo.

 

Logo aos 03′, um lançamento de Thiago Heleno encontrou Nikão, livre. Ele só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro. O gol cedo e a pressão alta do Athletico gerou uma certa tranquilidade para o time e deu indício que os torcedores presentes na Arena da Baixada veriam uma goleada na tarde deste sábado de carnaval.

 

O autor do gol foi mais uma vez acionado aos 07’, ele cruzou paraGuilherme Bissoli na área, o cabeceio levou perigo para o goleiro adversário. Dez minutos depois, Léo Citadini fez jogada individual pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro para Nikão, ele errou a finalização e a bola foi fraca ao goleiro.

 

Um dos pontos fortes do Athletico dentro deste esquema de jogo é: passes longos e inversões. No entanto, algumas brechas defensivas deixadas pelo time, permitiu ao Cascavel CR encontrar espaços para jogar em seu campo ofensivo. Muito disso, passa pela pouca pressão na marcação dos jogadores athleticanos neste momento do jogo. E, com isto, o empate veio aos 18’.

 

O atacante Rone fez jogada individual em cima da dupla Robson Bambu e Adriano, o chute rasteiro foi indefensável por Jandrei. Belo gol na Arena.

 

A descoordenada linha de defesa do Cascavel CR, também cedeu espaços para que o sistema ofensivo do Athletico trabalhasse suas jogadas. Este fator não permitiu ao time adversário, comemorar o empate por muito tempo. A virada veio as 21’, após uma inversão de jogo da direita para esquerda e a falha do lateral-direito Valber, Carlos Eduardo ganhou, e, partiu em direção ao gol. Ele tocou para Bissoli que só empurrou para as redes.

 

Depois disso, o controle do Athletico continuou. Os passes curtos, tabelas e triangulações rápidas por ambos os lados do campo, a boa movimentação de seus pontas e o recuo do Cascavel CR, que não conseguiu atacar mais, permitiram isto.

 

Aos 27’, Adriano finalizou fraco a esquerda do gol. No minuto seguinte, um lançamento de Wellington para Nikão, resultou em chute desequilibrado do atacante e a bola foi para longe. O Cascavel CR, ainda apareceu aos 32’ após cruzamento rasteiro de Rone, para ninguém, e aos 35’,depois de um chute fraco do lateral-esquerdo, Ramon.

 

O posicionamento dos pontas rubro-negros gerou muita confusão nos laterais do time adversário, que não sabiam o momento de certo de apoiar no sistema ofensivo, além de sofrerem na marcação individual e coletiva. E isto permitiu, o último lance do primeiro tempo. Adriano carregou a bola para dentro e achou Carlos Eduardo, ele finalizou invertido e para fora.

 

2º TEMPO

O Jogo começou aberto para as duas equipes. O primeiro lance de perigo, veio com o Cascavel CR, após duas tentativas de cruzamento na grande área, o segundo lance, permitiu um cabeceio de Louback para fora. Em seguida, veio a resposta do Athletico, com jogada individual de Nikão, a bola encontrou Bissoli, livre, que finalizou com desvio pela linha de fundo.

 

O Athletico passou a pressionar de todas as maneiras depois dos 10’,e isto se consolidou, após a expulsão do zagueiro Fernando. Em uma jogada rápida entre Léo Citadini e Bissoli, o zagueiro acertou de forma dura o atacante e recebeu o segundo amarelo.

 

Com um a mais, o jogo dessa tarde ficou de forma proporcional aos dois times. O Athletico finalizou a cada chegada com perigo no seu sistema ofensivo sendo que: aos 23’, Adriano cruzou para o centro-avante marcar seu primeiro gol com a camisa rubro-negra;aos 32’, após uma jogada individual do também estreante Carlos Eduardo que finalizou com categoria no ângulo; e nos acréscimos, Nikão foi premiado com mais um gol, após cruzamento de Marquinhos Gabriel.

Final, 5×1.

(Gabriel de Souza/Cultura 930)

(Gabriel de Souza/Cultura930)

            Dorival

Dorival afirmou em coletiva que a partida foi boa para trazer um desenvolvimento do aspecto coletivo. Ele procurou analisar aquilo que está sendo treinado durante as semanas e gostou da resposta que seus jogadores deram dentro da partida. Este foi o último jogo do time principal do Athletico, antes da estreia na Copa Libertadores na próxima terça-feira (03/03), contra o Peñarol, na Arena.

 

_______________________________________________________________ Ficha Técnica:

ATHLETICO: Jandrei; Adriano (Vitinho), Robson Bambu, Thiago Heleno, Márcio Azevedo; Wellington (Christian), Léo Cittadini, Erick (Marquinhos Gabriel); Nikão, Carlos Eduardo, Bissoli.

Técnico: Dorival Junior

Cartões:Márcio Azevedo e Thiago Heleno (amarelo)

Gols: Nikão(03’/1º), Bissoli(21’/1º), Bissoli (23’/2º), Carlos Eduardo (32’/2º), Nikão(47’/2º).

CASCAVEL CR: Fernando Nunes; Válber (Lapa), Cristian (03), Fernando, Ramon (Igor); Diego Lopes (05), Lorran, Lucy; Renê, Louback (Marco Mateus), Rone.

Técnico: Ageu Gonçalves

Cartões:Renê (amarelo); Fernando (vermelho – após 2º amarelo).

Gols: Rone(18’/1º).

Árbitro: Ivan Correa Laureano

Assistentes: Ivan Carolos Bohn e Vinicius Leandro Moreira Martins

Público Total: 9.462

Renda: R$ 208.720