Ensaio para uma Utopia

WagnerRengel;FaenaRossilho,

Crédito: Faena Rossilho

OUÇA:

 

LEIA:

Ah, se eu fosse você

Se eu fosse, só se fosse

Voava

Voava pra longe

Bem longe daqui

Pra onde quisesse

 

Voava assim como um passarinho

Leve e rápido

Cantando

 

Sem nem olhar pra trás

E se eu fosse você

Pousava em lugar com gente amiga

Gente que cantarola no banho

E se aperta na mesa para comer junto, juntinho

 

Se eu fosse você faria amigos

Novos

E os velhos seriam aninhados em seu coração

Neste lugar não seria difícil encontrar um sorriso levado pelo vento, um beijo deixado numa janela, um coração acelerado, palpitando paixão, atravessando a rua.

Se eu fosse você não esqueceria que ali também encontraria lamentos deixados nas sarjetas, aromas tóxicos em passados pesados, arrependimentos empedrados na montanha ali, na frente do pôr do sol. Disso, aconselho prudência e trabalho. Curar ali depende do que se encontra pelo ar. As palavras boas pairam por lá e as ruins, espalhadas pelo chão, são aonde tropeçamos.

Por ali, palavras são trocadas, invertidas, talhadas, evaporadas, acaloradas, esfriadas…

Se eu fosse você,iria depressa.

Voaria feito passarinho, leve e cantando.

Se eu fosse, mas não sou.

Sou pesado demais e não sei cantar. Tudo bem. Se você pode, vá.

Aqui não encontro beijos em janelas, nem sorrisos ao vento e as palavras boas são raras, raríssimas.

Aqui, amigos novos desconfiam de novas amizades.

A tristeza já é notícia diária de jornal.

Mas, ainda temos praças. E toda vez que vejo um passarinho voando,eu me pergunto: é você, que se fosse eu voava embora daqui?

 

ASSISTA: