França vence Brasil e garante vaga em Tóquio-2020

Brasil, basquete, seleção brasileira

Sandrine Gruda (reprodução)
Sandrine Gruda (reprodução)

Com fantástica partida de Sandrine Gruda, França garantiu vaga nos Jogos Olímpicos

A seleção brasileira tentou, mas acabou derrotada pela França, na tarde desse sábado (8) por 89×72. Com o resultado, as francesas se garantem em Tóquio-2020, e o Brasil tentará uma improvável façanha diante da Austrália, na manhã desse domingo (9) às 10h.

 

Com grande atuação, Sandrine Gruda foi o maior destaque da partida, tendo anotado 26 pontos. Ela chegou a ter um aproveitamento de 88,89% nos arremessos durante o primeiro quarto, acertando os seis primeiros chutes tentados.

 

Pelo Brasil, Tati Pacheco foi a cestinha, com 11 pontos.

 

(divulgação/CBB)
(divulgação/CBB)

            O Jogo

A França começou muito bem o primeiro quarto, especialmente com Gruda. A pivô anotou 10 pontos nos primeiros cinco minutos, o que ajudou as anfitriãs abrirem nove pontos de frente. Damiris, principal destaque da equipe brasileira, pouco conseguiu fazer. Patty Teixeira foi quem tentou, anotando quatro pontos pelas comandadas de José Neto, que já mostrava preocupação a essa altura.

 

As francesas chegaram a aumentar a vantagem para 14 pontos, com duas bolas de três, mas as brasileiras se recuperaram, primeiro com uma bola de 3 de Alana, depois com duas cestas de Tati Pacheco, que encerraram o primeiro quarto em 22×15.

(reprodução/twitter CBB)
(reprodução/Twitter CBB)

O segundo período começou com as defesas fortes e erros dos dois lados, com a vantagem se mantendo em sete pontos. Isso até Gruda, que ainda não havia errado nenhum arremesso, aparecer para marcar mais quatro pontos e abrir 11 de frente para as francesas.

 

Essa gordura foi mantida até o fim do primeiro tempo, com o placar de 38×27, graças às contribuições de Gruda, Epoupe e Vukosavljevic.

 

No início do terceiro quarto, parecia que a vantagem continuaria grande para as donas da casa. Mas com uma jogada espetacular de Débora após cesta de Damiris no garrafão, com dois pontos mais lance de bonificação, o Brasil ficou seis pontos atrás, diminuindo pra 4 com arremesso de Taina Paixão

 

Porém, as anfitriãs logo se recuperaram no placar, com bola de 3 de Helena Ciak e mais um chute de 2 convertido pela pivô. Marinne Johanes auxiliou no garrafão, e a França passou a chegar mais perto da cesta, aproveitando também as faltas sofridas para abrir 60×46 ao fim do período.

 

No último período, foi só administrar. A França não encontrou resistência na defesa brasileira, e Gruda terminou sua fantástica exibição com mais uma bola do perímetro e outra de dois convertida. Epoupe e Chartereau também apareceram com chutes de fora, e as donas da casa abriram 19 pontos de vantagem, terminando a partida vencendo por 89×72.

 

            E agora?

O Brasil encerra o Pré-olímpico mundial contra a Austrália, nesse domingo (9) às 10h. O duelo terá transmissão do SporTV. A França faz seu último jogo às 12h30min, no mesmo dia, contra Porto Rico.