Gibiteca de Curitiba recebe lançamento de Shimra, uma HQ sobre meninas guerreiras


O lançamento da exposição Shimra será realizado com distribuição gratuita e sessão de autógrafos no dia 16/08 na Gibiteca de Curitiba.

O local também recebe até outubro, uma exposição com obras expostas que reúnem os processos de criação da História em Quadrinhos, incluindo as escolhas artísticas e materiais finalizados da publicação. A graphic novel é uma parceria entre a escritora Gabriela Antônia Rosa e o artista Victor Harmatiuk.

Durante o lançamento, no dia 16 de agosto, haverá distribuição gratuita dos exemplares e sessão de autógrafos com os artistas. Na história em quadrinhos, crianças são treinadas para defender o seu país, onde guerreiras são escolhidas em uma cerimônia especial. “Shimra começou como uma exploração visual pura. Sempre gostei da estética de povos tribais e fiz uma sequência de imagens relacionados a um possível universo fictício com essa temática”, destaca Victor Harmatiuk.

No processo de pesquisa de escrita, Gabriela se inspirou em livros como O Conto da Aia, de Margaret Atwood, e em Filmes como “Madmax, a Estrada da Fúria”. “Também gostei muito de ler mais histórias em quadrinhos, gênero que eu não lia tanto, e, gostei muito desse processo de leitura e pesquisa. Tivemos uma criação colaborativa em Shimra. A troca com o Victor foi muito significativa, pois ele ia pensando em cima do que eu escrevia, em como poder retratar aquilo de uma outra forma”, explica a roteirista.

As artes foram desenvolvidas por Victor Harmatiuk, Henrique Lindner e Victor Rossi, com produção da Fish Films. Cada quadro pode ser considerado uma ilustração e tudo é pensado, incluindo enquadramento, luz e cores, com a intenção de evidenciar a experiência dos personagens. Com contrastes entre cenários sombrios e paisagens desérticas, há várias cenas monocromáticas que dialogam com cenas coloridas, de modo que os traços ficam mais complexos à medida em que a narrativa evolui.

Victor destaca que os leitores podem esperar um clima pesado, realista e personagens complexos que fogem dos estereótipos padrão. “Gosto muito da estética tribal e também do tema religioso que a história aborda, um dos focos que imaginava para Shimra era mostrar como as religiões podem se aproveitar das pessoas e a história mostra isso muito bem”, ressalta Victor.

Sobre a exposição, o artista espera que o público possa ter uma noção de como o universo começou a ser criado e entender como se deu o processo de suas primeiras explorações visuais. “Espero poder transmitir para o público toda a ambientação e tom que imaginei pra esse universo e, possivelmente, fazer com que se conectem a essa história tanto quanto eu”, fala o artista. A exposição é composta por 20 obras de artes visuais digitais e continua em cartaz até 12 de outubro.

A concepção do universo de Shimra começou em 2014, a partir de cenários e personagens desenvolvidos por Victor Harmatiuk e uma ideia ainda muito inicial de qual seria a história desse mundo construído no deserto. Depois, Victor compartilhou suas idéias de história com Gabriela Antonia Rosa, a responsável pela criação e desenvolvimento da narrativa. A produção de Shimra foi financiada em 2018 pelo Município de Curitiba através de um edital da Fundação Cultural de Curitiba, com apoio do Fundo Municipal de Cultura.

SERVIÇO:

Exposição “Shimra”

De 02 de agosto a 12 de outubro.
Local: Gibiteca de Curitiba – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533.
Horário: 19h
Entrada Gratuita.

Lançamento e Sessão de Autógrafos da História em Quadrinhos “Shimra”

SINOPSE:

Treinadas desde crianças para defender seu país, as guerreiras de SHIMRA têm como honraria máxima o sacrifício voluntário, quando seu sangue é entregue ao Tudo e renova a crença do povo nas Forças: Ideia, Sorte, Perda, Ilusão, Sombra, Magia e Cor, que garantem o equilíbrio entre os distritos. Para receber essa honra, é a Sorte quem escolhe sete guerreiras, em uma cerimônia especial. Cada uma das Escolhidas recebe uma pequena pedra colorida, o maior e mais raro tesouro dos shimres. Dentro de um mundo de regras violentas não escrita, o que pode acontecer quando uma das guerreiras encontra uma pedra por acaso?

Data: 16 de agosto.

Local: Gibiteca de Curitiba – Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533.

Horário: 19h

Distribuição Gratuita.