Guia do Campeonato Paranaense 2019, 104ª edição do estadual começa hoje.


O futebol 2019 começa para valer hoje sábado (19), em especial o campeonato paranaense que chega a sua 104ª edição e promete grandes emoções. O regulamento é o mesmo do ano passado, 12 equipes divididas em dois grupos:

GRUPO A: Athletico, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Operário, Toledo.

GRUPO B: Cascavel FC, Cascavel CR, Cianorte, Coritiba, Paraná, Rio Branco.

Mais uma vez a federação paranaense de futebol resolve por homenagear dois ídolos que marcaram história no futebol paranaense. Este ano Barcimio Sicupira ídolo da torcida athleticana e Dirceu Kruger ídolo coxa, darão seus nomes as taças do primeiro e segundo turno.

No primeiro turno a taça Barcimio Sicupira será disputado em seis rodadas, as equipes do grupo a enfrentam as equipes do grupo b em chave cruzada, os dois melhores classificados de cada grupo vão a semi final disputada em jogo único e posteriormente a final disputada em uma só partida.

Já no segundo turno, taça que leva o nome de Dirceu Kruger, serão cinco rodadas onde as equipes do grupo se enfrentam entre si, os critérios de classificação são os mesmos do primeiro turno, e a decisão da semi final e final também. As equipes vencedoras das taças se enfrentam em jogo de ida e volta para decidirem ai então o campeonato paranaense 2019, caso uma equipe venha vencer as duas taças já leva o titulo sem precisar dos jogos finais.

Competição promete ser uma das mais disputadas dos últimos anos e a equipe esportiva da Rádio Cultura fez um panorama como será a disputa deste estadual:

 

ATHLETICO

Atlético Campeão 2018 / Foto: Albari Rosa

O Athletico entra nesse estadual como atual campeão da competição e busca defender o titulo conquistado em 2018 em cima do rival Coritiba, como já acontece alguns anos o furacão vem para o estadual com time da aspirantes para isso irá contar com jogadores já conhecidos do torcedor que foram emprestados após o estadual de 2018 como os meias Matheus anjos e João Pedro e o Lateral esquerdo Nikolas e o Goleiro Léo, poderá conta ainda com Marquinho ex Fluminense que chegou em setembro do ano passado zagueiro Robson bambu e o já conhecido do torcedor atacante Bergson e Anderson Plata.

 

A equipe esse ano será comandada pelo Técnico Rafael Guanaes o Athletico estréia na competição Próximo Sábado ás 17:00 em casa quando recebe o Cascavel CR. Para este jogo provável Athletico De: Léo; Reginaldo, Bambu, Eder, Nicolas; Alex Nagib, Marquinho; João Pedro, Matheus Anjos, Plata; Bergson.

Para a primeira rodada, porém, o time deve ter uma escalação diferente. O volante Renzo pode entrar no lugar de Marquinho no meio-campo, e o atacante Bruno Rodrigues pode substituir João Pedro – que não joga desde outubro por conta de uma lesão.

(Por: Thiago Palmas – Repórter)

 

CASCAVEL CR
A última vez que o Cascavel Clube Recreativo disputou a primeira divisão do paranaense foi em 2011. Desde então, o clube do oeste do estado passou por muitas dificuldades. Em 2012 foi rebaixado para a terceira divisão após ter perdido pontos devido as escalações irregulares de atletas. Com dificuldades em se manter, o clube ficou inativo em 2013, voltando as atividades apenas no ano seguinte. A partir de então começou a trabalhar em busca de chegar a elite, e conseguiu. Vice-campeão da divisão de acesso no ano passado, a Serpente, como é chamada o Cascavel CR, carimbou a vaga no estadual deste ano.
Cascavel CR se prepara para estréia / Foto: Gabriela Sávio/Cascavel CR

De volta à elite, já podemos dizer que o início de trabalho não está sendo fácil. O tricolor do oeste anunciou seu novo treinador, Lorival Santos, às vésperas do início do campeonato. Antes dele, dois treinadores haviam deixado o clube durante a pré temporada, que começou em novembro de 2018. Com 18 jogadores contratados até o momento, alguns promovidos da base e outros remanescentes da temporada passada, o Cascavel CR entra em campo neste sábado, contra o Athletico, na Arena da Baixada. Será o primeiro jogo da Serpente na primeira divisão após oito anos.

 

(Por: João Guilherme – Repórter)

CIANORTE

O Cianorte fez uma campanha discreta no último Campeonato Paranaense. Quarto colocado nos dois turnos em que participou, não correu risco de rebaixamento, mas bateu na trave pela luta da classificação às semifinais. Por isso, a diretoria resolveu apostar em uma equipe mais experiente para a competição desse ano. No total serão 11 atletas com mais de 30 anos, com destaque para o lateral-direito Gerônimo, para o volante Léo Gago e para o centroavante Frontini. Mas a principal contratação feita foi a do atacante Raphael Alemão, emprestado pelo Paraná Clube até o final da competição. O comando técnico da equipe ficará com Cristian Souza, conhecido pelo seu trabalho de dois meses no Paraná Clube em 2017.

“Thiago Santos desfalca o Leão na estreia do Paranaense. (Foto: MARTINS NETO / TRIBUNA”,)

Na sua última partida da pré-temporada da equipe, a equipe venceu o Toledo fora de casa por 2 a 1, com gols marcados por Montoya e Madalena. A escalação de Cristian Souza nesse duelo indica que o Cianorte deve iniciar o Paranaense atuando com uma linha de três zagueiros e cinco homens no meio campo. Dessa forma, o onze titular que irá enfrentar o Londrina neste domingo (20), será composto por Sílvio; Maurício, Montoya e Formiga; Gerônimo, Sidnei, Léo Gago, Paulinho e Fernandinho; Maikinho e Frontini, podendo adicionar Raphael Alemão nessa formação ao longo do campeonato.

(Por: Jorge de Souza – Comentarista)

CORITIBA
Em busca da volta por cima, 2019 começa com muitas mudanças no Coritiba!
Com mais de 10 jogadores saindo do time entre dispensas e empréstimos e 6 jogadores contratados oficialmente, o alviverde aposta na manutenção do trabalho do treinador Argel Fucks e na confiança de acerto do diretor de futebol Rodrigo Pastana.
Foto: Divulgação Site Oficial
Sem margens para erros, o ano do time do Alto da Glória promete ser de redenção e paz com a torcida.
A meta de diretoria e comissão técnica passa pelo título do campeonato estadual que se inicia neste domingo, contra o Foz fora de casa.
Os reforços foram registrados no BID, mas nem todos deverão estrear. A maior expectativa dentre os já anunciados é do meia Giovanni, que deverá ser o camisa 10 do time para a temporada.
O Coxa estreia no Paranaense no domingo, 20/01, às 17h contra o Foz
do Iguaçu. Jogo em Foz no Estádio do ABC.
(Por: Vinicius Garcia – Repórter)
FC CASCAVEL
O Campeonato Paranaense começa neste sábado e o FC Cascavel segue trabalhando duro para a estreia no domingo frente ao Toledo no grande clássico da soja, em jogo marcado para as 17:00 no Estádio Olímpico Regional.
Na reta final de preparação o treinador Paulo Foiani  priorizou a parte tática e física  da equipe.”É muito importante estar focado e concentrado para qualquer confronto” salientou o treinador.
O primeiro turno são seis partidas onde as equipes do grupo A enfrentam as equipes do grupo B. Classificam os dois melhores colocados de cada grupo e a equipe da Serpente vai lutar com todas as forças em busca dessa classificação.
FC Cascavel se prepara para o paranaense 2019 / Foto: Divulgação site oficial.
(Por: Valdir Paraná – Narrador)
FOZ DO IGUAÇU
Foto: Ernani Ogata / DoApavoro

Ano de calendário cheio para o “Azulão da Fronteira”, além do Campeonato Paranaense  a equipe jogará a Copa do Brasil pela primeira vez e o Campeonato Brasileiro da Série D.

O elenco será comandado pelo técnico José Negreiros e acabou mantendo a mesma base do ano passado com a renovação da maioria de seus jogadores, destaques para o trio Pajé, Wesley e Douglas Santos.
Da base subiram o volante Pedro Greellman e o atacante Vitor Nascimento.
A equipe estreia em casa contra o Coritiba no dia 20/01 as 17 HS.
(Por: Wanderley Cepeda – Comentarista)
LONDRINA
O Londrina que bateu na trave e quase conseguiu o acesso à elite do futebol, nos três últimos anos, adapta seu calendário e inicia 2019 reformulado. O técnico Roberto Fonseca, foi emprestado ao Novorizontino, chance ao técnico Alemão, da equipe sub19.
(Foto: Gustavo Oliveira/LEC)

Comparado ao elenco da série B, de 2018. São 12 jogadores remanescentes no elenco, destaque para o volante Germano, experiente de 37 anos. Oito jogadores foram promovidos das categorias de base, tendo a oportunidade de despontar e garantir vaga no Brasileirão, além dos promovidos o clube reforçou o elenco com mais oito jogadores, a maior experiência da equipe fica por conta de Luidy, emprestado pelo

Corinthians.
(Por: Diego Schechtel – Comentarista)

 

MARINGÁ

Zagueiro artilheiro Alex Fraga renova para 2019 / Foto: Assessoria

O Maringá contratou 19 jogadores para a temporada, o volante Renan Paulino ex-Athletico e o retorno do zagueiro Marcelo Xavier venho conhecido, esteve na campanha de 2014 quando o tricolor foi vice campeão paranaense. Dos poucos jogadores que permaneceram do elenco destaque para o zagueiro artilheiro Alex Fraga, com seis gols em 2018 foi o jogador que mais atuou pelo time na temporada foram 1884 minutos em campo.

Para 2019 a novidade é no comando técnico, Sandro Picoli ex- Coritiba, com passagens pelo Juventude, Operário e Brusque.

O primeiro desafio do tricolor é diante do Rio Branco no Willie Davids, neste ano o Maringá alem do paranaense disputa o campeonato brasileiro da Série D.

(Por: Rafaela Scrok – Coord. Técnica)

 

 

OPERÁRIO

Campeão em 2015, o fantasma retorna a elite do estadual depois de 2 anos, em um patamar totalmente diferente depois das conquistas dos brasileiros das series D e C, mantendo a base dos últimos anos o Operário espera surpreender como fez em 2015.

Foto: José Tramontin/OFEC

O alvinegro conseguiu manter boa parte da base foram apenas quatro contratações: O lateral esquerdo Allan Vieira (ex – Santa Cruz), o volante Jardel (ex – Londrina), o meia Sandro (Kedah FA – Malásia) e o goleiro Thiago Braga (ex – Cruzeiro e URT-MG). Outro destaque é o Técnico Gerson Gusmão, no comando do time desde 2016 já coleciona quatro títulos pelo Operário, Taça FPF, Paranaense Serie B e os brasileiros series D e C.       O fantasma estreia na competição no domingo as 17h diante do Paraná na Vila Capanema.

(Por Dionatan Scrok – Coord. de Esportes)

 

 

PARANÁ
Já são 12 anos sem conquistar o Campeonato Paranaense. Neste meio tempo, o Tricolor chegou a disputar a divisão de acesso, a segundona estadual. 2019 chegou, uma nova chance para o Paraná retomar a hegemonia do estado.  Se a chegada de Dado Cavalcanti, ainda no ano passado, era para começar a planejar e trabalhar com uma base de jogadores que, em tese, permaneceriam no Tricolor, mudou totalmente. Dos remanescentes da trágica temporada de 2018, pouca gente ficou. Apenas três jogadores devem estar entre os titulares, no domingo, contra o Operário pela estreia no Estadual. Juninho, que neste início de temporada, vai atuar na lateral esquerda e os atacantes Kessley e Andrey.
Maicosuel continua sem contrato mais ainda treina / Foto: André Rodrigues (Tribuna do Paraná)

Até o momento, já são 15 contratações e apenas um atacante, justo o setor mais fraco durante a temporada passada. Cléo, ex-Athletico está próximo de um acerto, mesma situação do zagueiro Leandro Almeida, que já passou pelo Coritiba e defendeu o Londrina na Série B do ano passado. Buscar a conquista do Estadual é importante? Pode até ser, mas uma boa campanha na Copa do Brasil e conquistar o acesso a Série A do ano que vem, sem dúvidas, é o que mexe com o torcedor paranista. Que venha a temporada 2019, e que seja melhor que a do ano amterior.

RIO BRANCO
O Leão da Estradinha quer voltar a surpreender como fez no primeiro turno do Estadual. Em 2018, o Rio Branco chegou à decisão da Taça Dionísio Filho, primeiro turno do Campeonato Estadual, após vencer o Athletico nos pênaltis na semifinal. Na decisão, acabou derrotado por 3 a 0 pelo Coritiba.
FOTO: Thalles Costa
O time comandado por Ednelson, ídolo do Paraná Clube nos anos 1990, ainda não tem o grupo definido. Com dificulades financeiras, o clube precisou contar com a ajuda de Coritiba e Paraná que emprestaram jogadores sem custo para a montagem da equipe. No último jogo treino, realizado no 12, vitória sobre o Coritiba por 2 a 0. A equipe parnanguara estreia contra o Maringá no domingo, dia 20, às 17h no estádio Willie Davids.
(Por: Cassio Bida – Narrador)
TOLEDO
Foto: Reprodução Site Oficial.
Uma estreia de campeonato já tem lá os seus aspectos para ser uma partida interessante. Conhecer os novos jogadores, a nova comissão, torcedores voltando ao estádio já servem para criar uma certa expectativa. Mas e quando o primeiro jogo é um clássico? Certamente a ansiedade aumenta, né? Pois então, o Toledo entra em campo neste domingo no seu primeiro jogo no paranaense contra o FC Cascavel, no famoso clássico da Soja. A partida acontece no estádio Olímpico Regional, em Cascavel.
Este ano, o Porco está sob um novo comando técnico. Trata-se de Agenor Piccinini, treinador catarinense que já teve passagens por Cascavel CR e FC Cascavel dentro do futebol paranaense. No ano passado o Toledo bateu na trave e quase conquistou uma vaga para a Série D de 2019. Nesta temporada, com Agenor no comando e com uma mescla de jogadores mais jovens com outros mais rodados, o Toledo quer ir o mais longe possível, brigar para chegar às fases finais e, o mais importante, conseguir uma vaga na Série D de 2020.
(Por: João Guilherme – Repórter)
A Rádio Cultura transmite as emoções do campeonato Paranaense á partir deste domingo (20), o primeiro embate é entre Paraná x Opérário. A programação começa as 15h com um especial contando a história do Campeonato Paranaese, e as 16h começa a jornada esportiva com narração de Cassio Bida, comentários de Jorge de Souza, as reportagens de Roberty Souza e Dionatan Scrok, na central e técnica Rafaela Scrok.
Ouça no Rádio pelo AM 930 KHz, na internet pelo www.cultura930.com.br e na nossa live no Facebook www.facebook.com/cultura930, futebol também é cultura, e o futebol na cultura, é emoção que ninguém segura!