MARCIO JULIANO LANÇA NOVO DISCO “OUTRO SAMBA”


Marcio Juliano faz show de lançamento do seu novo disco, Outro Samba, durante o feriado, dias 15, 16 e 17 de novembro, no Ave Lola Espaço de Criação, em Curitiba.

Outro Samba é o novo disco do cantor, ator e diretor Marcio Juliano.  O show de lançamento será no Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227 –  Centro / próximo à Reitoria). Na sexta e no sábado (15 e 16), às 16h e no domingo (17), às 18h.

Outro Samba é o segundo disco de Marcio Juliano e fecha uma trilogia de trabalhos do artista focados no repertório da Época de Ouro, período representado por uma geração de grandes compositores brasileiros entre 1929 e 1945. Um desdobramento da pesquisa realizada pelo cantor no show “No Samba” (2016) e “Noël” (2006), em homenagem ao compositor Noel Rosa, que além de show, também teve registro em disco, o primeiro de Marcio.

O samba e suas múltiplas possibilidades foi o que guiou a escolha das 18 composições distribuídas em 11 faixas que compõem o disco. Outro Samba conta com a participação de muitos artistas da cidade e alguns de fora e ilustres como a cantora Mônica Salmaso, considerada uma das mais importantes do Brasil, em Provei (Noel Rosa e Vadico), e o lendário trombonista Raul de Souza, que gravou Na Aldeia (Silvio Caldas, Caruzinho e De Chocolat).

“Nesta oportunidade de registro convidei músicos que admiro e com quem gosto de trabalhar, tive muita sorte”, declara Marcio.  Estão presentes também no álbum: Mano a Mano Trio (Com que Roupa? – Noel Rosa), a cantora Uyara Torrente da Banda Mais Bonita da Cidade (Judiaria – Lupicínio Rodrigues), o quinteto de percussão La Percutório (Pedreiro Waldemar – Wilson Baptista e Roberto Martins), o baixista Glauco Sölter (Eu Quero Um Samba – Janet de Almeida e Haroldo Barbosa).

Ao lado de Marcio Juliano, no disco e no show, músicos virtuosos, antigos companheiros de outros trabalhos: Sérgio Albach (clarone), que assina a direção musical, Daniel Migliavacca (bandolim e violão tenor), Lucas Melo (violão 7 cordas) e Luis Rolim (bateria e percussão). Albach e Migliavacca também são arranjadores de algumas composições: Provei, Com que Roupa?, Pedreiro Waldemar traz arranjos de Sérgio e Eu Quero Um Samba, Benguelê (Pixinguinha e Gastão Vianna), Na Aldeia, O Mar (Dorival Caymmi) de Daniel. Os arranjos de Boneca de Piche (Ary Barroso e Luiz Iglésias) e Nega do Cabelo Duro (Rubens Soares e David Nasser) são do músico Gabriel Schwartz e Judiaria de Gilson Fukushima.  Marcio Juliano fez o arranjo de Madrugada e Amor (José Messias) e do pot-pourri Louco, em parceria com Albach.

“Gosto muito do que estes autores da Época de Ouro inauguraram no Brasil, seja na poética, na linguagem musical, na estética, na identidade e na autenticidade que deram à música brasileira. Embora a maioria vivesse na cidade do Rio de Janeiro, eles não eram exclusivamente cariocas, vinham de várias regiões do país e revelavam um retrato diverso da nossa cultura. As composições retratam um país que me interessa discutir, refletir e que, ainda hoje, abordam questões relevantes, como no caso da música O Pedreiro Waldemar que constrói um edifício e depois não pode entrar. Bem oportuna também é a reflexão de Noel Rosa na mordaz e bem-humorada composição Com que Roupa?”, conta Marcio.

Nega do Cabelo e Boneco, releitura que mescla Nega do Cabelo Duro e Boneca de Pixe foi gravada com a Orquestra à Base de Sopro de Curitiba e conta com a participação de um trio vocal feminino composto por Érica Silva (Banda Mulamba), Iria Braga e Milena Tupy. No DVD com os clipes de cada faixa, que será lançado em 2020, a atriz Cássia Damasceno (Companhia Brasileira de Teatro) faz uma participação especial nesta faixa.

O show com caráter cênico conta com interações e intervenções por meio de projeções mapeadas, com áudios sincronizados. “A ideia é revisitar uma estética muito explorada por esta geração de compositores, a do cinema”, revela Marcio que também dirige o show. A assistência de direção e iluminação é de Nadja Naira (Companhia Brasileira de Teatro).

Além do CD o álbum estará disponível em várias plataformas virtuais, inclusive no novo site do artista inaugurado para o lançamento do trabalho.

“Estar envolvido nesse trabalho é uma alegria imensa; além dos músicos fantásticos que participam, realizar mais um trabalho ao lado do Marcio Juliano é sempre um prazer. Depois de muitas parcerias, trazemos agora um repertório da época de ouro do Samba com nossa leitura, que já começa a ganhar uma assinatura própria, com ousadia, contemporaneidade, pesquisa, bom humor e lirismo”, declara Sérgio Albach.

O projeto viabilizado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura também oferece uma Oficina de Prática de Samba para instrumentistas focada no repertório do Mestre Pixinguinha. Será ministrada por Luís Rolim e Daniel Migliavacca, em novembro, dias 07, 08, 11, 12, 13 e 14, no Conservatório de MPB de Curitiba. A oficina será gratuita, mas as vagas serão limitadas. Inscrições pelo site:  www.marciojuliano.com.br e pelo e-mail: [email protected] Informações: 41 99902 5147

Acompanhe Marcio Juliano também aqui: https://www.facebook.com/marciojuliano.oficial/

Este projeto é uma realização da Cia Ilimitada e foi incentivado pela Ademilar Consórcio de Investimento Imobiliário por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

 

SERVIÇO:

Show de lançamento do CD Outro Samba de Marcio Juliano

Data e horário: 15 e 16/11 (sexta e sábado), às 16h

17/11 (domingo), às 18h

Local: Ave Lola Espaço de Criação (Rua Marechal Deodoro, 1227 – Centro)

Ingresso: gratuito (*distribuição de senhas 1 hora antes)

Classificação: Livre

Duração: 50 minutos

Realização: Cia Ilimitada