Basquete parado, mas Coritiba Monsters “está vivo”

basquete, oritiba Monsters

(divulgação/Coritiba Monsters)
Coritiba Monsters em ação pelo brasileiro sub-21 (divulgação/Coritiba Monsters)

O Coritiba Monsters foi criado em 2019. O time apadrinhado por Rolando Ferreira conseguiu grandes resultados logo na primeira temporada, como o acesso para a Série Ouro do Paranaense e a participação na Liga de Desenvolvimento de Basquete da LNB. Em 2020, participou do brasileiro interclubes sub-21.

 

Mas veio a crise causada pela pandemia de Coronavírus para interromper os projetos de todo mundo. E como o Coritiba Monsters vai passar por ela? Conseguirá se manter?

 

“O Monsters está vivo. Estamos fazendo de tudo para o projeto continuar após a liberação das autoridades”, falou Mateus Ferreira, assessor de imprensa do time.

 

“Orientamos os atletas sobre os cuidados e vamos seguir o que for melhor, principalmente estando solidários ao momento”, completa.

 

“Vamos continuar firmes para voltar nas condições que sejam possíveis e acreditamos que o esporte será um instrumento de recuperação para as pessoas irem voltando à normalidade de suas vidas e recuperando o que foi perdido”.

 

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) vem adiando as competições desde o dia 15 de março, quando estava marcado o Brasileiro de Basquete. A Federação Paranaense de Basketball (FPRB) também vem postergando as competições. Jogos, no mínimo, só em junho.