No embalo, Coritiba enfrenta Figueirense para finalmente entrar no g-4

Coritiba, Futebol, Série B, Brasileirão Série B, Figueirense

Fila de torcedores para compra de ingressos (divulgação/Coritiba)
Fila de torcedores para compra de ingressos nessa sexta (divulgação/Coritiba)

Cinco jogos sem perder e promessa de Couto Pereira lotado. É nesse cenário que o Coritiba recebe o Figueirense no sábado (10) às 16h30min, podendo alcançar a vice-liderança da série B.

 

O Coxa está na 6ª posição, com 23 pontos, empatado com o CRB, em 4º. O alviverde vem de empate em 1×1 diante do Sport, fora de casa. Antes, venceu o Botafogo-SP, empatou com Operário e ganhou de Vila Nova e São Bento. Com a moral em alta, a equipe quer manter o bom momento, e nada melhor que um Couto Pereira cheio para ajudar o time em mais um desafio.

 

Até esta quinta-feira, cerca de 20 mil ingressos foram vendidos, e o entorno do Couto Pereira ficou lotado. Aliás, não só as ruas próximas ao Couto, como o shopping Paladium sentiu a energia da torcida coxa-branca antes da partida decisiva.

Torcida do Coxa esteve presente na abertura da “Sou 1909”, no Shopping Palladium (divulgação/Coritiba)

Em campo, o Coritiba poderá contar novamente com o artilheiro do campeonato Rodrigão e o meia Giovanni. Rafinha também volta, mas deve ficar no banco de reservas, já que passou quase um mês fora dos gramados. Wellissol, titular contra o Sport, deve começar a partida.

 

Estão fora o atacante Robson, suspenso, e o zagueiro Walisson Maia, lesionado. Rafael Lima entra na vaga do defensor. Voltam para o banco o meia Luiz Henrique e o atacante Igor Jesus, para dar vaga aos que retornam na frente.

 

Assim, o Coritiba entra em campo com Alex Muralha; Diogo Mateus, Rafael Lima, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Juan Alano, Thiago Lopes e Giovanni; Wellissol (Rafinha) e Rodrigão.

Figueirense treina no Ct do Athlético (divulgação/Figueirense)
Figueirense treina no CT do Caju (divulgação/Figueirense FC)

Já o Figueirense tenta dar uma virada na competição. Emerson Maria saiu por conta de divergências com a diretoria e deu lugar a Vinícius Eutrópio, que vai para o seu segundo jogo com a equipe. Em sua estreia, empate com o Vila Nova por 1 a 1.

 

O treinador deseja implementar um novo estilo de jogo no time, com transição rápida e maior competitividade. Não está preocupado com a atmosfera adversa do Couto Pereira. “Muito bom. Isso é  que queremos. Se pudesse tinha que ser todos os jogos assim. Temos um time experiente, bem equilibrado, sabe muito bem trabalhar as fases do jogo, momento de pressão, momento mais dono da situação. Jogar com a casa cheia com esse elenco será muito bom”, disse o técnico ao Globo Esporte.

 

Em relação ao duelo contra o Vila Nova, o Figueira terá apenas uma mudança. Pereira sai para a entrada de Alemão, que retorna de suspensão. O Figueirense vai a campo com Vidotto; Kauê, Alemão, Ruan Renato e Matheus Destro; Zé Antônio, Betinho e Tony; Fellipe Matheus, William e Rafael Marques.