“Paisagens Construídas” ocupam o “olho” do Mon


"Relâmpago", de Gisela Motta e Leandro Lima / foto: divulgação

Obras gigantes causam impacto e aguçam percepção do público

O Museu Oscar Niemeyer (MON) abre no dia 17 de maio, quinta, às 19h, a mostra “Paisagens Construídas” com obras de Artur Lescher, Gisela Motta e Leandro Lima, e Marlos Bakker, no espaço mais icônico do museu: o Olho. As obras, de grandes dimensões, causam impacto visual pela sala expositiva – com mais de 1.500 metros quadrados – assim como à percepção dos visitantes.

Artur Lescher apresenta “Rio máquina” (2009); na extremidade da exposição, “Relâmpago” (2015), obra de Gisela Motta e Leandro Lima, e Marlos Bakker traz o filme “SDDS 3404” (2018).

Agnaldo Farias, curador da mostra, comenta: “Hoje, toda paisagem é construída, toda natureza modificada, domada. É o que a arte nos demonstra. Bakker descobriu nas redes sociais uma imensa comunidade que cultua não o céu, mas os aviões. Lescher inventou um rio com a lógica das máquinas, como os pobres rios que escoam em hidroelétricas. Motta & Lima soltaram um raio no Olho. Um raio doméstico, portátil”.

No dia e horário da abertura a entrada é franca aos visitantes.

A visitação pode ser feita de terça a domingo, das 10h às 18h. A entrada ao MON custa R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Maiores de 60 e menores de 12 anos têm entrada franca. Nas quartas a entrada é sempre gratuita. A retirada de ingressos no museu pode ser feita até as 17h30, na bilheteria.

Serviço:

Paisagens Construídas

A partir de 17 de maio – quinta – 10h às 19h

Museu Oscar Niemeyer

Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico

R$20 – R$10

Fonte: assessoria

Foto: divulgação

………………………………………………………………..

Anterior CULTURA CAIPIRA – EXIBIDO EM 15/05/2018
Próximo Frágil - Bernardo Pellegrini

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *