REDE DE PROTEÇÃO

WagnerRengel

OUÇA:

 

LEIA:

Vou aqui descrever uma classe de pessoas que estão por aí. São pessoas perigosas por proliferarem gestos que facilmente entram no cotidiano de muitas famílias, acabam com a disciplina, com a praticidade das coisas, dão novos sentidos, novos destinos aos velhos objetos, acabam como mercado financeiro… São os idiotas.

Para você saber se há algum idiota ao seu redor ou ainda se realiza algum gesto idiota, mesmo você não sendo um, listo aqui três atitudes desta praga que produz incômodo aonde passa.

Idiotas gostam de plantas.Plantas eu disse, não necessariamente flores. Ao invés de comprarem as flores e os frutos, eles regam, passam horas e aguardam o ano inteiro para ver uma flor ou um fruto em seu pé. Desperdiçam um grande tempo regando, podando, tirando o mato e olhando. Alguns chegam ao absurdo degarantir que se conversar com as plantas elas crescem mais saudáveis e vistosas. Se você reparar bem neste gesto, verá um olhar siderado, apaixonado por uma atitude tão inútil. Não há idiota no mundo que não tenha este costume.

Um segundo gesto muito comum dos idiotas é que eles são extremamente pacíficos ao ponto de se engajarem em qualquer forma de vida. Isso está ligado diretamente ao ponto anterior pois é como se cuidar de plantas avançasse para outros espaços. Gostam muito de animais, qualquer animal, são avessos à caça, alguns chegam ao extremo de não comerem nem carne, nem derivado algum de origem animal. Gostam tanto que possuem cães, gatos, pássaros, colocam quirera para os bichos virem comer no seu quintal e não suportam zoológicos ou aquários.

Sim, eu sei que você tem um cachorro aí na sua casa e não é um idiota.  Pois os idiotas veem no cachorro um amigo, um parceiro, falam com ele, cuidam dele como quem cuida de uma pessoa. Abrem mão de atividades para não deixar o bicho sozinho num extremo absurdo de idiotice.

Além disso, por sua ideologia pacifista, se engajam em missões nos piores lugares deste mundo para ajudar pessoas famintas, refugiadas ou ainda para proteger algum animal em extinção.  São humanistas, defendem o fim de todas as armas, idealizam um mundo de paz e igualdade. São idiotas muito perigosos pois a argumentação aqui é muito sedutora, carregada de boas intenções e ideias iluministas.Esta é uma característica que todo idiota tem, porém nem todos demonstram. Por serem combatidos de forma cada vez mais constante, deixam de expor essas ideias idiotas para as pessoas que conhece. Muitos preferem conversa franca apenas com as plantas ou animais, entre eles as formigas.

E por fim, apesar de esdrúxula, mas muito presente por aí, os idiotas escrevem poesias. Passam horas e horas escrevendo versos, buscando rimas para depositar no mundo algum novo sentido, um novo jeito de olhar, uma nova forma de expor algum sentimento. Poesia meus amigos. Quer coisa mais idiota que poesia?

E quanto menos alienada é a poesia, pior. Dessas que dão conselhos, que falam de amor suavemente, que servem para acalmar egos carentes de si próprios, essas são menos idiotas pois vendem livros. Essa ali rasgada e fudida, que bagunça a vida de todo mundo, essa é a poesia mais idiota que você pode encontrar.As editoras, em momentos idiotas, publicam. E os idiotas, que são muitos, compram.

Então cuidado, é na adolescência que ela geralmente começa e impregna no cidadão de tal jeito que ele passa o resto da vida sendo um completo idiota sem sentir a mínima vergonha. Se você tem um filho adolescente, acompanhe ele para que não seja um idiota na poesia ou na música, na dança,  no teatro, enfim, não deixe ele ser um artista. São todos idiotas.

Poderia citar ainda outros pontos que são comuns em muitos idiotas como por exemplosua típica tolerância, sua generosidade, seu gosto por estar com pessoas jogando conversa fora, sua crença de que é mais importante viver bem do que ter dinheiro (no oposto da certeza de que só vive bem quem tem dinheiro, óbvio), a preferência por momentos de contemplação do que de consumo, enfim, os idiotas estão aí para acabar com a lógica vigente. Além disso, são completamente atrapalhados nos relacionamentos, se perdem facilmente, não têm a menor ideia do que é amor, como se faz para amar. Tentam o tempo todo sustentar qualquer coisa neste ponto, se importam muito com isso, mas estão sempre perdidos. Como não há regra no mundo amoroso, o desencontro é certo. Apesar de serem pessoas muito interessantes ao lazer, ao passatempo, são completamente inúteis pois até nisso causam incômodo.

Espero ter ajudado. Quem sabe possam salvar algum idiota dessas idiotices por aí.

Não eu, pois sou um idiota completo e incurável. E não quero ser curado. Sou ‘insalvável’. Já perdi essa possibilidade.

Me deixem com minhas plantas, meus bichos, minhas ideias de paz, de igualdade, não me convidem mais para passeios ao zoológico, vou ficar por aqui e voltar para as minhas poesias.

Idiotas só servem na vida para idiotices.

Salve (-se)!

ASSISTA:

 

 

Anterior Chilenos, Luzes, Viejos e notas Verdes verticais
Próximo Lost on You - LP

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *