Resto

WagnerRengel;FaenaRossilho

El tiempo - Crédito: Faena Rossilho

OUÇA:

LEIA:

 

Saudade é palavra inquieta

Difícil atingir tradução

Corpo tomado em falta e aflição

Quem se mete com ela, acaba virando poeta

 

Um sentimento tão nobre

Por vezes é pura necessidade

Não tem fronteira, nem idade

A rica miséria d’alma pobre

 

Não ficou nem o sujo do boi

O amor que partiu

O cão que não mais latiu

Acabou-se, foi

 

(Faz mistura em dor e raiva

Por aquela que partiu

Quer vingança, desgraçada

Lá se foi a dita amada

Chore e briga

Sumiu)

 

Tarde demais para dizer

Cedo é o tempo que me diz

Silêncio pelo que fiz

Não foi hora de perder

 

O tempo que não volta mais

A foto que não tem cheiro

O dia que se foi inteiro

A vida corrida demais

 

Resto da velha saudade

Quando secar todo rio

Virar um buraco vazio

Antiga cumplicidade.

 

ASSISTA: