Semi finais da Taça Barcimio Sicupira promete jogos emocionantes


Olímpico Regional em Cascavel será palco de FC Cascavel x Coritiba - Foto: Divulgação

Domingo promete várias emoções nas duas partidas decisivas nas semi finais da Taça Barcimio Sicupira, primeiro turno do Campeonato Paranaense 2019, Coritiba, FC Cascavel, Operário e Toledo decidem quem vai brigar pelo título e garantir uma vaga na grande final.

Foto: Gustavo Oliveira / Globoesporte.com

Na sexta e ultima rodada jogos eletrizantes e vários gols: No estádio do café o Paraná Venceu o Londrina por  2×1, vitória que tirou o Tubarão das sei finais e colocou o tricolor em uma classificação melhor mais mesmo não conseguiu passar de fase. Outro que venceu foi o Athletico que bateu o Cianorte na Arena da Baixada por 1×0, resultado não classificou o Furacão e também deixou o Leão do Vale de fora. O Toledo bateu o Cascavel CR por 2×1 no Olímpico Regional e garantiu a classificação na liderança do GRUPO A, O FC Cascavel que já tinha garantido classificação na ultima rodada acabou perdendo para o Maringá por 2×1 no Willie Davids. No Germano Kruguer em Ponta Grossa Operário e Coritiba empataram em 2×2, com o resultado os dois garantiram classificação as semi finais, O Rio Branco venceu o Foz do Iguaçu na Estradinha por 1×0 e deu uma luz para brigar contra o rebaixamento no segundo turno.

Confira a classificação final da Taça Barcimio Sicupira:

Classificação da Taça Barcimio Sicupira

 

A equipe esportiva da Rádio Cultura de Curitiba faz um panorama das semi finais:

 

FC CASCAVEL X CORITIBA

Pra fazer história, é com esse discurso que o FC Cascavel se prepara para a partida histórica frente ao Coritiba na tarde desse domingo no Estádio Olímpico Regional, válido pela semifinal da Taça Barcímio Sicupira Júnior do Campeonato Paranaense 2019.

Foto: Reprodução / Globoesporte.com

A expectativa é grande entre os atletas e essa ansiedade foi trabalhada ao longo da semana pela equipe técnica. “Temos que estar cientes de que vamos enfrentar uma equipe muito forte do futebol nacional, que já foi campeã brasileira, que tem camisa e tradição. Tem todo nosso respeito! Mas hoje o futebol está muito nivelado. Estamos controlando a ansiedade, que é uma coisa natural numa semifinal, e acreditando na nossa capacidade. Se a gente se classificou para disputar uma semifinal é porque também temos méritos. Sabemos reconhecer a grandeza do Coritiba, mas hoje o futebol se define totalmente dentro das quatro linhas”, comenta o técnico Paulo Foiani.

Do outro lado um Coritiba em crise. Eliminado da Copa do Brasil pela URT na última quinta feira, o torcedor alvi-verde acordou nesse sábado com a notícia da demissão do seu treinador Argel Fucks. Quem assume o comando do Verdão para essa semifinal é Matheus Costa, que promete um Coritiba sem muitas mudanças em relação a sua formação, porém um time mais aguerrido para essa partida decisiva contra a Serpente.

A semifinal é disputada em jogo único, então em caso de empate, a partida será definida nos pênaltis.
A partida está marcada para esse domingo, 17/02 às 17 horas no Estádio Olímpico Regional em Cascavel.

Por: Valdir Paraná

 

TOLEDO X OPERÁRIO

Os dois times classificados pelo Grupo A para a fase semifinal do 1º turno do campeonato paranaense entrarão em campo nesse domingo (17), às 17 horas no estádio 14 de Dezembro em Toledo.

Foto: Assessoria/Toledo EC

O time da casa, ainda invicto na competição, leva consigo as esperanças de seu torcedor. A expectativa é de que no mínimo seis mil torcedores estejam presentes no estádio, um número expressivo ao comparar com os três jogos disputados como mandante até o momento (Rio Branco: 664; Paraná: 1.138; Cianorte: 896).

Dentro de campo, o técnico Agenor Piccini alerta sobre o adversário acostumado a finais, afinal foram quatro títulos nos últimos quatro anos: “Nós ainda não temos esse hábito de decisões. Temos de ser inteligentes e errar o mínimo possível. O equilíbrio é a chave”. Ele ressalta ainda sobre a importância da união e o bom ambiente do grupo, uma força fundamental para o jogo que exigirá concentração dos atletas: “É um time guerreiro, humilde, simples, prestativo. Com a torcida do nosso lado, nós brigaremos pelo turno”.

Por sua vez, o Operário que ostenta acessos e esbanja um retrospecto positivo nos jogos eliminatórios disputados nos últimos anos, quer chegar à quarta decisão seguida desde o título nacional da Série D (2017).

Foto: João Vitor Resende/RBM Assessoria

O técnico Gerson Gusmão aproveitou a semana cheia para corrigir os erros no jogo contra o Coritiba e aprimorar o condicionamento físico dos seus atletas. Contra o Toledo, o time dos Campos Gerais contará com a volta do zagueiro Sosa, o volante Chicão e, possivelmente, o atacante Bruno Batata e o meia Sandro.

O jogo terá um sabor especial para o volante e capitão da equipe Chicão. Se for escalado na partida contra o Toledo, ele chegará à marca centenária de partidas com o clube de Vila Oficinas. O capitão da equipe esteve em todos os momentos gloriosos vividos pelo time de Ponta Grossa desde o ano de 2015 e é considerado um dos ídolos da torcida.

Ficha técnica:

Toledo: André Luiz; Marcelinho, Eduardo Dallagnol, Netto, Fandinho; Jhonathan, Guilherme, Julio Pacato, Revson; Eduardinho (Júlio Cesar) e Revson.

Desfalques Toledo: o lateral-direito Everton e o zagueiro Fandinho.

Operário: Simão; Danilo Báia, Alisson, Sosa e Peixoto (Allan Vieira); Chicão, Índio, Pedrinho e Rafinha; Dione e Schumacher.

Desfalques Operário: nenhum.

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques

Assistentes: Everson de Souza e Denise Akemi Simões de Oliveira.

Por: Gabriel de Souza