VIOLA QUEBRADA COMEMORA 20 ANOS DE ESTRADA

ViolaQuebrada

Viola Quebrada no teatro Paiol - Crédito: Divulgação

O grupo Viola Quebrada é uma referência de boa música brasileira paranaense de raiz que aborda em suas letras e melodias principalmente as vivências do homem do campo.
Desde o começo de sua história trabalhou com artistas como Pena Branca e Xavantinho (no CD Viola Quebrada), Zeca Baleiro (no CD Sertaneja), Alaíde Costa (no CD Noites do Sertão), Inezita Barroso (em show no Guairão), Tinoco (em Shows na Reitoria, Memorial de Curitiba, Joinville, Londrina e Umuarama), Jackson Antunes e Sergio Reis (em shows no Teatro da FIEP), recebendo aval desses convidados ao seu trabalho de excelencia. Participou de um CD coletanea da Gravadora Kuarup chamado “caipiríssimo” ao lado de Rolando Boldrin, Renato Teixeira e Pena Branca. Projeto Ser (Tão) Brasileiro em Brasília e São Paulo ao lado de Tetê Espindola e Rolando Boldrin. Projeto Acordes em Porto Alegre-RS ao lado de nomes como Almir Sater, Quinteto Violado e outros grandes nomes da Musica Brasileira. Em 2005 foi convidado pela Funarte pra viajar pelo projeto Pixinguinha ao lado do violeiro Roberto Correa passando pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Rondonia, Acre, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Tocou com a Orquestra Sinfonica do Paraná em Foz do Iguaçu, na abertura da Virada Cultural de 2013. Além dos 6 CDs (Viola Quebrada, Viola Fandangueira, Sertaneja, Noites do Sertão, Viola Quebrada canta Cascatinha e Inhana e Meus Retalhos), 1 DVD (Viola Quebrada Canta Cascatinha e Inhana) e 2 coletaneas (Caipiríssimo com Rolando Boldrin, Renato Teixeira e Pena Branca; e Violando Fronteiras com os Grupos Moxuara/ES, Viola Urbana/MG e Violeiros Matutos/SP).
Recentemente foi indicado ao Premio da Musica Brasileira, o premio mais importante da musica brasileira hoje em dia, pelo CD autoral Meus Retalhos.
Merece ser comemorada uma trajetória que vem firmando e confirmando sua excelência musical no gênero e difundindo mundo afora os valores humanos artísticos e culturais que forma a identidade da nossa terra e da nossa gente.

Serviço:
Dia da semana: sexta e sábado
Data: 23 e 24 de novembro/18
Horário(s): 20h
Classificação:
Ingressos: R$ 10 e R$ 5

Anterior ANTONINA BLUES - EXIBIDO EM 21/11/2018
Próximo Festival Internacional Denise Stoklos de Solo Performance divulga programação

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *